Foto Mariana Brunini

Maria Barretto

Coaching e Facilitadora de Processos de Empoderamento de Mulheres.

 

Quem sou eu?

Esta pergunta sempre gera inquietações internas….

 

Hoje sou mulher, esposa, amante, mãe, filha, curandeira, terapeuta, Coach, ThetaHealer, Moon Mother, entre várias outras coisas que vou descobrindo…

Mas sinto que o que sou mesmo uma alma querendo voar cada dia mais alto e uma eterna curiosa pelos processos da Mulher, seu feminino e masculino, suas relações e seu potencial nos dias de hoje!

O que me move no meu trabalho é contribuir para que as Mulheres conquistem mais consciência sobre si mesmas, se reconectem com sua natureza cíclica, se relacionem mais com seus propósitos e a partir disso tomem decisões mais empoderadas e alinhadas com sua alma!

 

Um pouco mais da minha formação

 

Sou formada em administração mercadológica pela ESPM-SP, atuei por 6 anos com organizações sociais, passando pela Kanitz & Associados, CARE Internacional Brasil, Projeto Arrastão. Após uma experiência em Londres em organizações voltadas ao estudo da Sustentabilidade, como a Sustainability, voltei para o Brasil para integrar a equipe da Thymus Branding, onde fiquei por dois anos e aprendi muito sobre as pessoas, a cultura das organizações e seus líderes. Desde 2008 me aproximei do Art of Hosting, onde, junto com meus dois primeiros sócios, começamos a empreender, construir e consolidar a CoCriar, consultoria com foco em desenvolvimento e inovação organizacional.

 

Em 2009 na intenção de me aperfeiçoar nos trabalhos com lideranças iniciei a Formação de Coaches do EcoSocial e hoje sou uma profissional formada e com certificação ACTP da International Coach Federation.

 

Nesta jornada de ser Coach, engravidei da nossa primeira filha, e fui experimentando esta ferramenta na sua potencialidade em mim mesma. A partir daí, em 2010, emergiu um trabalho de Coaching com Mulheres, Mães e Grávidas... naturalmente a minha pesquisa sobre o feminino e a mulher foi se expandindo, as descobertas com o útero e ciclos foram se tornando aliados neste despertar.

 

Fiz as formações de Moon Mother e Moon Mother Avançado com a Miranda Gray, e uma formação de Condutoras de Círculo de Mulheres com a Patrícia Fox do Feminino Essencial, o que me trouxe uma visão mais ampla e sagrada sobre este universo tão vasto, simples e complexo, ao mesmo tempo. Foi assim que comecei a integrar o trabalho com as ervas e medicinas, as vaporizações, Oráculos, Cura e Benção do Útero no meu trabalho de atendimento a Mulheres.

 

Segui minha explorações sobre o ser humano, as mulheres, nossas memórias, bloqueios, crenças limitadoras e fui fazer a formação como ThetaHealer®, e assim comecei também a integrar esta ferramenta de cura e liberação nos processos de atendimento e nos processo de grupo.

 

Em novembro de 2015, iniciei minha jornada com a Memória Ancestral da Tribo da Lua. Uma tribo ancestral de avós sagradas, que vivem na selva do pacífico e fluem em conexão com a fonte divina, com nossa Mãe Terra. Aqui no Brasil somos uma família que segue nos estudos das medicinas da floresta, rezos do sopro e chanupa e cerimônias sagradas (Espiral da Feminilidade, Útero de PachaMama, Mística da Lua) que nos permitem fluir em conexão com o amor incondicional, com a memória sagrada feminina e sagrado masculino. Desde então integro também estas medicinas e cerimônias ao meu trabalho.

 

Paralelo a isso, fui também me interessando pelo processo de desbloqueio no nosso corpo físico, nas células e membranas. Senti que poderia trabalhar não só no sutil, e mergulhei no universo do toque curador. Estudando Anatomia Emocional de Stanely Keleman, com Gil Kehl e Regina Favre, venho aprofundado esta técnica junto a um grupo de terapeutas Ayurvédicos no Vida de Clara Luz.

 

Ainda neste estudo de escuta do corpo, em 2017 inicie minha formação com a Sajeeva Hurtado do Sistema Respiração Ovariana, Alquimia Feminina. Um sistema de respirações que nos ajuda a silenciar a mente, possibilitando uma maior tomada de consciência e consequentemente acesso ao nosso inconsciente, ouvindo nossa voz interior. Um sistema onde mobilizamos a nossa energia sexual, a nossa energia criativa. Lidamos com tabus em relação a nossa sexualidade. Somei este trabalho, contribuindo para desbloqueios físicos, mentais e emocionais que muitas vezes carregamos e também para fertilizarmos e nutrimos “as sementes que estão em nossos úteros”. E assim permitindo um encontro mais profundo da mulher com seu próprio ser, sua energia sexual e realizações!

 

Em 2018 com o nascimento da nossa terceira filha, e com a possibilidade de vivenciar um terceiro puerpério com muita integridade, respeitando todos os tempos cíclicos deste período, integrei também esta sabedoria sobre este momento tão fundamental de resguardo da Mulher, no meu trabalho com mães e grávidas.

Neste ano também escrevi um livro: Natureza Íntima: Fendas de uma Mulher, que será publicado agora em agosto em parceria com a Primavera Editora e a ilustradora Flavia Amaral. Este livro propõe uma reflexão sobre essa jornada de me tornar Mulher e as ferramentas que escolhi para torná-la mais profunda e autêntica. Tudo o que tenho para compartilhar é fruto, em primeiro lugar, da minha própria experiência como mulher e dos processos que vivi como menina, filha, amante, mãe, esposa, amiga, curandeira e profissional. Também é uma mistura destes estudos que aprofundei com diferentes mestres, de linhagens distintas, do coaching tradicional com base na antroposofia às medicinas ancestrais e ao xamanismo indígena. Reuni conhecimentos mais técnicos e científicos com aprendizado empírico e sabedorias tradicionais e holística. No entanto, estas páginas são, principalmente, o resultado do trabalho que venho conduzindo há mais de dez anos como curandeira e coach de mulheres, durante os quais entrei em contato com diferentes histórias e pude ver meus aprendizados e práticas potencializando os processos de outras pessoas.

 

Assim, o que trato neste livro e no meu trabalho é reflexo das várias Marias que existem dentro de mim e das mais de novecentas pacientes que atendi, individualmente ou em grupos. Somados a estes estudos e experiências que venho realizando em relação ao nosso Corpo de Mulher, Nossos Ciclos, a nossa relação com a Lua e com a Terra.

E assim sigo, aprendendo sempre!

© 2020  Natureza Íntima. Todos os direitos reservados.