SOBRE LIMPEZA, CONEXÃO E CURA

Atualizado: há 2 dias

Neste momento, fim de inverno no hemisfério sul e essa loucura ao redor do mundo, ainda estamos trabalhando com a força de limpeza e renovação e nos preparando para florescer na Primavera. Nos convido a relembrar esta medicina tão ancestral que é Plantar a Lua.

Plantar a Lua é devolver o nosso sangue para a Terra.

Fazemos isso de um lugar que honra e reconhece esta conexão feminina da força da Terra em comunhão com a potência dos nossos úteros. E ainda entregamos nosso sangue para que a Terra possa transformar tudo que saiu de nós (das nossas memórias e marcas uterinas) e que não nos serve mais.

A opressão, o desrespeito, a competição, relações tóxicas e por aí vai...

Como diz a Dra. Maya Tiwari “Pela menstruação todo o nosso organismo é limpo e rejuvenescido. Esse ciclo é fundamental para saúde, bem estar das mulheres nos seus anos férteis. Todos os tecidos reprodutivos e atividades hormonais são revitalizadas enquanto a matéria acumulada que cria toxicidade no corpo e leva à doença é eliminada involuntariamente.”

Esse ato pode ser feito da forma que você sentir. Nos destaques aqui, no www.naturezaintima.com.br/blog , no livro Natureza Íntima você pode achar mais informações sobre esta prática e também depoimentos de outras mulheres sobre esta experiência.

E para fechar deixo aqui uma frase da Monika von Koss, no livro Rubra Força, que ela diz:

“A mais antiga arte de cura está baseada nas habilidades e forças que a mulher retira da menstruação”.

Ou seja, bóra experimentar!?

A cura vem da reconexão e plantar a lua nos ajuda a reconectar.

Mais para frente partilho experiências de processos de cura de patologias como endometriose e miomas. quando a mulher escolhe não mais se vitimizar e refazer a conexão com seu feminino!

seguimos.


0 visualização0 comentário