LUA MINGUANTE NO OUTONO



Lua Minguante no outono.

Última fase de um ciclo Lunar. A pergunta que sempre volta: o que deve ser mantido? O que deve ser podado?


Navegamos nas nossas histórias, identificando e honrando nossas cruzes, mortes e momentos de descansos.

Foi no corpo, numa condução linda da @belmattos___ , q desatamos os nós que estavam nos emperrando de seguir em frente, honrando somente o que escolhemos da nossa ancestralidade.


Aproveitem, este é o momento de tomar consciência do que carregamos da nossa linhagem, e fazermos as escolhas do que queremos seguir e o que já estamos prontas para deixar.


Alguns exemplos do que não é mais permitido:

* Não cuidar do que é importante para mim.

* Fazer sempre para agradar o outro.

* Ter medo de desistir de algo que não quero mais.

* Não colocar seus limites com clareza.

* Viver a maternidade como espaço somente de dedicação e não de nutrição.

* Mascarar o equilíbrio entre o dar e receber.

* Alimentar a sensação de que você não serve para nada.

* Ter que cuidar de tudo para que tudo dê certo.

* Achar q você não pode sentir prazer, qualquer tipo de prazer.

* Dizer, pensar ou sentir “Eu não mereço”.

* Não se colocar e recuar.

* Não ir até o fim. Se entregar para o medo de se aprofundar.


#ritual

Se algumas dessas frases te ressoam, pegue ela, aprofunda, não se julgue, e depois manda embora, com toda a força da sua intenção. Use seu corpo, seu quadril, sua respiração. Movimenta e joga para fora. Use seu sangue. Use o fogo, a Terra para transmutar.

São infinitas as possibilidades basta querer.


Toda ruptura abre um novo espaço. Acontece uma Morte, um vazio que depois se preenche com uma nova maturidade.



Seguimos juntas e mais fortes.

Mais uma vez a gratidão é imensa.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo