LUA CHEIA.



Como disse Verô Monteiro:

“Momento de honrar passos trilhados e ter clareza de onde precisa de mais atenção agora”.

O que sente que precisa cuidar agora? Em você? Nas suas emoções e comportamentos? Nas sua relações? Na sua forma de agir, trabalhar, de se alimentar?


Ao mesmo tempo que a Lua Cheia traz este convite para a criação, para as ideias frutificarem, neste momento sugiro olharmos para aquilo que está nos freando de criar. O quê está poluindo suas águas criadoras?

O quê impede o rio de fluir? (Recomendo o capítulo 10, do Mulheres que Correm com os Lobos)


Chamemos esta Lua para nos ajudar a afastar tudo que nos impede de criar. A estagnação, o cansaço. Vamos mover a energia parada e poluída. Limpar tudo que está nos obstruindo. O nosso medo de brilhar, a nossa preocupação com o que os outros pensam sobre nossas ações. Os ambientes tóxicos que frequentamos, os nossos complexos negativos.... Bóra juntas limpar essas águas. Com alegria e positividade.


Se ainda não tem clareza do que está te entupindo, intencione que venha a clareza e escute. Se já tem a clareza escreva, queime, entregue para a Terra, sinta no seu corpo, respire - inspire exale - esquentando com sua respiração e resignificando a sujeira. Deixe ir, desbloqueie, Abra espaço. Confie na sua sabedoria. Confie no seu corpo.

E na sua próxima lunação entregue tudo isso para a Terra. Plante sua lua.




O trabalho que fizemos nesta quinta, dia de Lua, na Jornada das Comadres, trouxe muita clareza de alguns lugares que precisam ser limpos em mim. Mergulhei num processo “control+alt+del” que fazia tempo que não vivenciava.


Sentada embaixo da lua. Sem conseguir dizer uma só palavra. Sentindo meu corpo e todo movimento que estava acontecendo dentro, lágrimas escorriam e algo ali aconteceu. Uma transe. Uma transformação. Relutei com a cabeça, meu racional queria entender, me rendi e uma hora apaguei. Me permiti ser penetrada pela Avó Lua e sua sabedoria. O que aconteceu, não sei.


Mas só passo hoje aqui para dizer:

Nunca subestime o poder da sua intenção e nunca nunca nunca subestime a força da Lua. Vc chama, ela vem!




Grata Mama Quilla por tudo e tanto sempre.

3 visualizações0 comentário