CONHECENDO NOSSO CORPO


“Nos meus estudos, o útero é na verdade um centro de poder. É nossa matriz sagrada, onde guardamos emoções e memórias ao longo da nossa vida. O nosso universo particular pode girar em torno desse espaço. Todo nosso sentir passa por ele. É um portal para a inspiração, um espaço de vitalidade, uma zona que nos conecta diretamente com o poder da criação, literalmente ou não. Por meio dele geramos novas vidas, novos projetos e novas relações. Nada nele é mental, nada é intelectual, porque é um centro de sabedoria primitiva, ancestral, que nos conecta à natureza, ao selvagem, ao ventre da Mãe Terra. É uma inteligência autônoma, à parte.


Como trouxe uma mulher que participou dos grupos de aprofundamento

“... Sigo observando meu ciclo, plantando a lua e já colhendo mudanças na minha vida.”

Quando trazemos nossos úteros para o fronte da nossa vida muitas coisas podem acontecer!


E você, como tem cuidado do seu corpo? como escolhe cuidar, neste ano que se inicia? o que precisa para respeitar e escutar seu útero? Seus movimentos?! (Importante dizer que tendo o órgão fisicamente ou não esta sabedoria está presente.)

O que te ajuda a conectar com esta força?! Práticas? Consciência? Dores?

Te convido a irmos juntxs nesse caminho de conexão com nossos ventres, nossa pulsão. Com este vaso da vida!

Importante: Não acho que a conexão com nossos úteros seja o único caminho de cura e acesso a nossa energia feminina, mas certamente é um deles. Por exemplo, a relação e conexão com a Terra e com as fases da Lua também contribuem para este relembrar.

10 visualizações0 comentário