AS CRIANÇAS E A PANDEMIA.



Estava numa noite dessas fazendo um rezo com outras mulheres e me me veio muito forte como estamos cuidando das crianças nesta quarentena e pandemia. Como estão as suas crianças?


A princípio eles não são grupo de risco físico, mas ao mesmo tempo estão ou poderão sentir muito com toda esta movimentação. (Sem falar na violência doméstica e emocional que já rola.) .

Pensando aqui em como podemos nos apoiar. Confio muito que cada um é responsável por si e por suas escolhas, mas hoje vejo muitos de nós adultos, imaturos emocionalmente para lidar com esta necessidade de convívio tão intensa, que este momento pede. Eu já me vi perdendo a paciência muitas vezes com os meus e fazendo coisas que não gostaria.

Sim estamos fazendo o nosso melhor, mas também vejo que é preciso termos consciência de que nós somos os adultos, de que nós somos os responsáveis pelos cuidados das nossas crianças. Pelos cidadãos que estamos contribuindo para formar. Pelos valores que estamos passando aos futuros tomadores de decisão deste planeta.


Seguimos unidos para cuidarmos das crianças, para cuidarmos das nossas crianças internas, nos acolhermos e só assim conseguiremos dar o devido amor e carinho a nós mesmos e a todas elas.

Se você é pai, mãe intencione um convivo mais harmônico com seus filhos. Sei que não está fácil. Não precisamos dar conta de tudo, acertar tudo, mas honrar o nosso papel de mãe e pai que é dar amor. nós precisamos fazer isso, por eles, por nós e por todo planeta. E para dar amor precisamos primeiro acessar este sentimento dentro de nós. Sinto que aqui está o trabalho todo que precisamos fazer com todas as nossas forças, nesta momento da humanidade.

E se você não é pai e mãe mas pode trazer um momento de alegria e amorosidade para uma criança, faça isso!

Seguimos aprendendo...

0 visualização0 comentário