A INTEGRIDADE DO NOSSO CICLORESGUARDO TRAZ HARMONIA.PAUSA E POTÊNCIA CRIATIVA.

Atualizado: há 2 dias

Compartilhando uma rápida experiência minha, quando escolhi não resguardar nesse último ciclo.


Quando respeitamos o fluxo e ciclos da vida (de morte, vida renascimento - de esvaziar para depois preencher) tudo flui. Transgredimos o modo tarefeiro de viver e entramos numa possibilidade onde as coisas se fazem, surgem e nós somos somente os veículos.

É potência fértil pura.


Te convido a respeitar mais sua lunação, pós parto e noites escuras.


E sei que, infelizmente, hoje isso é muito desafiador. Por isso precisamos falar mais sobre... sobre esse pedido dos nossos corpos físico, emocional, energético e espiritual. E também trazermos mais consciência sobre os pactos invisíveis que fazemos com nós mesmas e com os outros.

Neste meu caso, permiti que o controle pelas coisas que faço e a “responsabilidade + culpa” da maternidade me atropelassem.


Bora refletir sobre isso.


Nos convido a estarmos mais juntas para que, de fato, possamos transformar esse modo tarefeiro de viver, e a partir daí termos de fato liberdade para se auto respeitar e usufruir total da nossa potência fértil e criativa.


Hoje o que te impede de parar quando seu corpo pede?

Quais seus desafios quando está sangrando?

Que pactos que você já pode rever e transformar, de forma que respeite a sua necessidade?


Seguimos buscando escolhas mais conectadas e conscientes com nosso Corpo e nossas necessidades reais!


Foi muito ruim não resguardar, como costumo dizer “a conta vem”, mas que sirva de aprendizado!


#naturezaíntima#ciclomenstrual#sabedoriaancestral#forçafemina#menstruação#harmoniadosciclos


1 visualização0 comentário