Foto Anna Guilhermina

Foto Anna Guilhermina

Depoimentos de mulheres que acompanho

Sinto que posso descrever o meu trabalho de diversas maneiras, mas nada mais verdadeiro do que um relato de quem viveu o processo para falar sobre ele...

Muito grata por tecer essas relações!

Juliana Dutra

"É muito lindo quando mulheres se unem em círculos para acolhimento, apoio e cura mútua. É muito poderosa essa energia. Nosso último encontro foi muito especial para mim, trouxe à tona muito lixo emocional, o que nunca é uma coisa agradável no momento, mas estava absolutamente segura com a força, presença, e capacidade das mulheres maravilhosas que conduzem o grupo. Ali eu me dei conta do que precisava desintoxicar, ali fui assistida e acolhida para dar conta e ali esvaziei para o novo.

 

No pós trabalho ainda contei com a amorosidade e cuidado da Maria para seguir confiante no meu processo.

Me sinto conectada com todas as mulheres que  fazem e fizeram parte dos trabalhos, e sinto essa força mesmo depois de muito tempo. Esta energia não se perde, e sei que posso acessá-la sempre que precisar. Um privilégio fazer parte deste trabalho lindo.”

Fernanda Papa

“O trabalho é para mim um espaço precioso de aproximação com aspectos adormecidos – não exercitados – esquecidos, escondidos, ainda não conhecidos – quiçá rejeitados, do feminino e da força do feminino que existe em cada mulher, e em mim então.

Você é a facilitadora que conduz com sabedoria e intuição os caminhos possíveis para este reencontro. Esta conexão não há fórmula, o caminho é se entregar de verdade. E não ter vergonha de quem se é. É preciso se reconhecer. E continuar a ser.

O pulso

       Para a vida

             Ao que importa

                   (até)

                      A beleza da ferida

                             Reconexão.

Andrea Fortes

“Eu conheci a Maria Barretto com um resquício de business woman, já se reinventando. Pra mim, ela sempre teve ares maternos e, também de irmã que dá colo e aterra. Ela me acolheu, ajudou a colar pedaços e me provocou a sonhar o inimaginável. Me apresentou o tarô das deusas, o plantar a lua e me reapresentou parte do meu poder feminino. Gosto de tê-la por perto, de sentir sua força e suavidade, de me ver espelhada nesta mulher admirável curandeira do feminino.”

Juliana Dutra

"É muito lindo quando mulheres se unem em círculos para acolhimento, apoio e cura mútua. É muito poderosa essa energia. Nosso último encontro foi muito especial para mim, trouxe à tona muito lixo emocional, o que nunca é uma coisa agradável no momento, mas estava absolutamente segura com a força, presença, e capacidade das mulheres maravilhosas que conduzem o grupo. Ali eu me dei conta do que precisava desintoxicar, ali fui assistida e acolhida para dar conta e ali esvaziei para o novo.

 

No pós trabalho ainda contei com a amorosidade e cuidado da Maria para seguir confiante no meu processo.

Me sinto conectada com todas as mulheres que  fazem e fizeram parte dos trabalhos, e sinto essa força mesmo depois de muito tempo. Esta energia não se perde, e sei que posso acessá-la sempre que precisar. Um privilégio fazer parte deste trabalho lindo.”

Fernanda Papa

“O trabalho é para mim um espaço precioso de aproximação com aspectos adormecidos – não exercitados – esquecidos, escondidos, ainda não conhecidos – quiçá rejeitados, do feminino e da força do feminino que existe em cada mulher, e em mim então.

Você é a facilitadora que conduz com sabedoria e intuição os caminhos possíveis para este reencontro. Esta conexão não há fórmula, o caminho é se entregar de verdade. E não ter vergonha de quem se é. É preciso se reconhecer. E continuar a ser.

O pulso

       Para a vida

             Ao que importa

                   (até)

                      A beleza da ferida

                             Reconexão.

Andrea Fortes

“Eu conheci a Maria Barretto com um resquício de business woman, já se reinventando. Pra mim, ela sempre teve ares maternos e, também de irmã que dá colo e aterra. Ela me acolheu, ajudou a colar pedaços e me provocou a sonhar o inimaginável. Me apresentou o tarô das deusas, o plantar a lua e me reapresentou parte do meu poder feminino. Gosto de tê-la por perto, de sentir sua força e suavidade, de me ver espelhada nesta mulher admirável curandeira do feminino.”

Marcela Moraes

Que presente ter me aproximado de você e dos encontros de mulheres em 2019 e 2020.

E poder lidar com todas essas questões do meu feminino e da minha ancestralidade.

Quanta coisa tenho conseguido elaborar a partir de coisas que ouvi nesses encontros e de coisas que tenho ouvido de você.

Recentemente fiz uma constelação familiar e vieram muitas questões interessantes. 

Foi um ano de mergulhar fundo, e foi uma benção ter você como uma referência - de ser e de novos olhares.

 

Muito amor e muita gratidão.

Renata Puglia

Passei uma semana difícil, o Covid-19 entrou na minha casa e foi como receber o pior inimigo dos últimos tempos. Embora os sintomas tenham sido leves, tive que encarar uma das maiores sombras da minha vida. De repente me deparei com um medo que de tão profundo dominou meus sentidos. Percebi que era minha mente no comando, dominada pela sombra. Culpa, fracasso, vulnerabilidade, incapacidade, fraqueza, medo, medo, medo. E eu precisando ser forte, comunicar pra todos que estava bem fisicamente e cumprir com todas as tarefas da casa, alimentar meus filhos e deixá-los tranquilos. Ver meu companheiro derrubado também foi algo que mexeu muito comigo - e não tínhamos com quem contar. Muitas mensagens carinhosas chegaram, mas ninguém bateu à porta. Estamos infectados, somos um risco à todos e à nós mesmos. Muito difícil. Daí veio minha lunação e eu pela primeira vez na vida, decidi que não era momento de me sentir fraca e vulnerável, estava diante da melhor chance de resgatar minha força feminina e selvagem. Lunei chamando essa força e senti ela no meu ventre. E vi a dor que me acomete todos os meses se transformar na cura que eu estava precisando. Plantei meu sangue e pedi para ele me limpar de todo esse medo e fraqueza. Deixei tudo ir embora e me esvaziei.

Com tudo isso quero te dizer que sou muito grata por toda a sabedoria que você compartilha de maneira impecável e generosa. Ler seu livro foi um deleite! Foi como lembrar de algo esquecido, um resgate de consciência!

Vou aproveitar o verão para deixar decantar todo o aprendizado e me permitir descobrir minhas próprias práticas e conexões. Mas estarei te acompanhando sempre.

 

Um beijo de longe. Espero que possamos um dia ficar mais próximas..

Daniele Faria

A Maria é um daqueles presentes inexplicáveis que diariamente recebemos e que é impossível falar sem  o coração transbordar de gratidão.

Nos conhecemos através de uma prestação de serviços que iniciamos no lançamento do seu livro e seguimos juntas. De um trabalho apaixonante, nasceu uma linda parceria, uma amizade, regada de muita cumplicidade, intimidade e confiança.

  Através  desse reencontro de almas tenho me reconectado com minha verdadeira essência, acessado minhas luzes e sombras e mergulhado em um mundo até então desconhecido  par mim.

Recentemente participei do Círculo de Mulheres, o Jornada das Comadres, que foi um marco em minha vida. Pude conhecer mulheres tão especiais e aprender na prática o significado da palavra sororidade .

Me senti tão acolhida nesse Círculo que me permiti mergulhar ainda mais nesse processo tão íntimo.

Nunca tive um bom relacionamento com meu sangue, desde a minha primeira menstruação tudo que pude fazer para evitar o sangramento mensal eu fiz, e quando nos conhecemos usava DIU a quase 5 anos . Quando comecei  a ter acesso a todo o material que  a Maria produzia, me senti chamada por esse pulso de vida, logo veio o desejo de tirar o DIU  e experimentar toda essa  intimidade com meu corpo.

E assim fiz , tirei o DIU  plantei minha Lua , dei lugar a toda essa voz que  chama por intimidade.

Tenho vivenciado experiências incríveis de autoconhecimento, cura e transformação!

E com toda certeza hoje posso dizer  que não ando mais sozinha, carrego comigo  um pouco de cada mulher que tenho conhecido nessa jornada...

 

Sou extremamente grata e feliz pelo privilégio de caminharmos juntas!
 

Mari Coelho

Renata Puglia

© 2020  Natureza Íntima. Todos os direitos reservados.