Foto Mariana Brunini

Propósito/Meu olhar sobre a Mulher

Acredito que cada uma de nós é curandeira e tem sua sabedoria. Acredito em cada mulher, em cada semente ali plantada. Sinto que hoje algumas Mulheres ainda estão adormecidas e ao mesmo tempo seguem com a sua alma pulsando por este despertar, como se, de certa maneira, estivessem amarradas.

 

O que me move é poder contribuir para esta liberação, o autoempoderamento de cada Mulher. Para que cada uma conquiste maior clareza sobre si mesma, seus tesouros, seus sonhos, desejos, desafios e medos, e a partir disso possam fazer escolhas mais conscientes, num ciclo de constante aprendizado e evolução.

 

    Foi o meu próprio processo como mulher e curandeira, que está em constante movimento

    e transformação, que me impulsionou a compartilhar isso com outras mulheres.

 

Trabalho o feminino nos campos físico, emocional, mental e espiritual. Para enriquecer, uso técnicas de Coaching (com base na Antroposofia), Oráculo da Deusa, trabalhos diretos com o nosso ventre, e com nosso útero (este órgão tão poderoso que guarda um enorme potencial de energia) e suas memórias, com a Cura e Benção do Útero e Vaporizações, medicinas da floresta, meditações, ThetaHealing e toque terapêutico para transmutar crenças e antigos padrões, consciência da nossa lunação e nossos ciclos (internos e externos), relação com a natureza e elementos, a relação com as ervas e a potência do puerpério, e momentos de passagem e iniciação como parto, divorcio, acidentes e processos de ruptura de naturezas distintas.

 

Natureza cíclica, Tudo ao nosso redor se dá em ciclos: os dias, os anos, as plantas que crescem. As quatro fases da lua, as quatro estações, as quatro fases de nosso ciclo menstrual. Nós fazemos parte desse funcionamento perfeito.

 

O Livro

Natureza íntima: Fendas de Uma Mulher

 

Um livro que foi escrito no meu terceiro puerpério. Foi gestado e nutrido.

E nesta fase de tanta incerteza chegou o momento do parto. Não é mais meu, agora é de todas nós e já está disponível, em parceria com a @primaveraeditorial, uma editora muito bacana que publica livros de mulheres para mulheres. Você pode adquirí-lo no site da editora, por este whatsapp (11)99197-3552, ou nas plataformas Amazon, Google Play, Apple books e Kobo.

Caso queira ser avisada das ações em torno do livro, cadastre seu e-mail aqui.

 

Nele compartilho saberes e conhecimentos sobre nossos ciclos e nossa natureza cíclica, a relação com a Lua e com a Terra, a mulher selvagem, corpo e sexualidade, feminino-masculino e o casamento, sororidade e ancestralidade, gravidez e parto, puerpério, processos iniciáticos e as medicinas da natureza e sabedoria

da curandeira.

 

Nesta jornada de escrever sobre a minha história, minhas experiências em me tornar mulher, sabedorias e processos iniciáticos de mulheres que também acompanho, ficou forte a vontade de disponibilizar o texto sobre Puerpério (um dos capítulo do livro) de forma gratuita para que muitas muitas mulheres e famílias possam ter acesso as reflexões e pesquisas sobre este tema tão fundamental e com tão pouco espaço para ser olhado e cuidado na vida das mulheres. 

Para baixá-lo, clique aqui.

 

Vou adorar saber como estas ideias te tocaram. Depois de ler me conte!

 

Sobre Círculos de Mulheres 

Hoje fala-se muito sobre Sagrado Feminino e Círculos de Mulheres e senti necessidade de colocar aqui o que é este trabalho pra mim.

 

Descrevendo o que acontece...

 

As mulheres vão chegando para os encontros, sentam-se em círculo, formando uma linda ciranda. No centro da roda está o fogo sagrado, simbolizado por uma vela ou fogueira (ou o que se quiser). São colocadas flores, vela, frutas, incenso, a imagem de Nossa Senhora ou de alguma Santa ou Deusa, oráculos, aromas, tambores e o que mais sentirmos necessidade. São convocadas as forças para o trabalho e criadas as membranas de proteção.

 

No Círculo, nos conectamos. Resgatamos a cumplicidade perdida, choramos e nos emocionamos, falamos das nossas dores e nossos medos, também damos risada, contamos nossos sonhos, vamos abrindo e liberando nossos corpos, cantamos, tocamos e dançamos.

 

Às vezes parecemos meninas, fazendo seus desenhos e mandalas de maneira divertida e lúdica, às vezes somos bruxas fazendo magia, mergulhando nas sombras coletivas, compreendendo as forças da natureza por meio dos nossos próprios ciclos menstruais.

 

Neste lugar, entendemos que estamos num espaço sagrado, onde não existe censura e nem crítica. A energia de acolhimento acessada em cada encontro permanece com as participantes e é frequente o relato de muitas mulheres terem sentido a presença do Circulo Sagrado ao longo dos dias que seguem.

 

Racionalmente não temos a dimensão do que acontece quando temos mulheres reunidas em torno do Fogo Sagrado, a partir do seu centro. O que sabemos é que estes encontros fazem uma alquimia que tem condições de acolher e permitir que suas integrantes possam alçar vôos com firmeza e sabedoria.

 

E que assim seja.

© 2020  Natureza Íntima. Todos os direitos reservados.